Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Palavras sublimes. — Autores diversos©


Índice

(1ª Parte da coletânea de mensagens inéditas de Chico Xavier publicadas no Reformador, revista da Federação Espírita Brasileira. Vide 2ª Parte.)

João Marcos Weguelin. | Organizador. — Dedicatória. - Agradecimentos. - Introdução.


MENSAGENS DE 1930.

1933. | 1. Não te apavores. — Eça de Queirós. | 2. Em benefício da coletividade. — Um enviado de Ismael.

1934. | 3. Nos “Ais” do Apocalipse. — Bittencourt Sampaio. | 4. Deem luz ao Brasil. — Nilo Peçanha.

1935. | 5. Nas palavras de Jesus, tudo se contém. — Emmanuel. | 6. Uma carta de Chico. — Francisco C. Xavier. | 7. O Brasil é a Terra do Evangelho. — Bittencourt Sampaio. | 8. O mesmo brado de imortalidade e de fé. — Emmanuel. | 9. Dos corpos físico e espiritual. — Emmanuel.

1936. | 10. Evangelho à luz do Espiritismo. — Bittencourt Sampaio. | 11. Sobre o livro de Findlay. — Emmanuel. | 12. A fé. — Ferraz de Macedo. | 13. Evangelho. — Cruz e Souza. | 14. Templo da paz. — João de Deus. | 15. Inutilidade. — José Duro. | 16. Disciplina cristã. — F. L. Bittencourt Sampaio. | 17. Templo de Ismael. — Cruz e Souza. | 18. Ao crente. — Auta de Souza. | 19. Desencanto. — Hermes Fontes. | 20. Pérola de Deus. — Emmanuel. | 21. Eleonora vive. — Eleonora. | 22. Regina Coeli. (Rainha dos Céus.) — Alphonsus de Guimarães. | 23. Súplica fraternal. — Emmanuel. | 24. Pelos atos e pelas obras. — Emmanuel. | 25. Soneto mediúnico. — Augusto dos Anjos.

1937. | 26. A obra dos espíritas. — Bittencourt Sampaio.

1938. | 27. Evangelização acima de tudo. — Emmanuel.

1939. | 28. Aos que operam no campo do bem — Engrácia Ferreira. | 29. Ágape espiritual. — Emmanuel. | 30. Prece à Virgem. — Bittencourt. | 31. A tarefa que nos compete realizar. — Emmanuel. | 32. Soneto. — Olavo Bilac.


MENSAGENS DE 1940.

1940. | 33. Da obra “As quatro Babilônias”. — Emmanuel. | 34. Jerusalém! Jerusalém! — Augusto dos Anjos. | 35. A indiferença do homem para com a missão do Cristo. — Humberto de Campos. | 36. Oremos e vigiemos. — Humberto de Campos. | 37. À luz da Doutrina. — Emmanuel.

1941. | 38. Da humanidade terrestre. — Humberto de Campos. | 39. Quem tem ouvidos ouça. — Humberto de Campos.

1943. | 40. Fortaleza, Deus te abençoe! — Eugênio Detalonde. | 41. Lembrança. — Abel Gomes. | 42. Recordação. — Abel Gomes.

1944. | 43. Romaria dos mortos. — Alphonsus de Guimaraens.

1945. | 44. Na desencarnação de Allan Kardec. — Abel Gomes. | 45. Prossigamos unidos! — Quininha. | 46. Na estrada da evolução. — Abel.

1946. | 47. Ao missionário da ordem. — Emmanuel. | 48. Nenhum esforço nobre é perdido. — João Ernesto. | 49. Testemunho de confiança no campo da fé. — Irmão X.

1947. | 50. No ideal de fraternidade com o Esperanto. — José Tosta. | 51. Algumas notícias singelas. — Estevão Ferreira de Magalhães. | 52. Prece. — Emmanuel. | 53. No trabalho espiritista cristão. — Abel. | 54. Penitência. — João Batista da Silva. | 55. Postal fraterno. — Valado Rosas. | 56. Ante o futuro. — Pedro d’Alcântara.

1948. | 57. Carta do coração. — João de Deus. | 58. Rogativa. — João de Deus. | 59. Juventude cristã. — João de Deus. | 60. A morte. — Antero de Quental. | 61. Ante a guerra. — Augusto dos Anjos. | 62. O homem lobo. — Augusto dos Anjos. | 63. Do discípulo ao mestre. — Augusto dos Anjos. | 64. A Terra é o santuário do Senhor. — Emmanuel. | 65. Voz do túmulo. — Antero de Quental. | 66. Enquanto é dia. — Augusto de Lima. | 67. A cruz. — Antero de Quental.

1949. | 68. Espiritismo com Jesus é amor. — Emmanuel. | 69. Grande pátria. — Pedro d’Alcântara.


MENSAGENS DE 1950.

1950. | 70. Operações magnéticas do passe. — Neio Lúcio. | 71. Nossos velhos tempos do Porto. - Prece. — Abel. | 72. Serviços de sublimação. — Neio Lúcio. | 73. O santuário de Ismael. — Irmão X. | 74. No pátrio lar. — Pedro d’Alcântara.


Referências bibliográficas.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir