Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

O Evangelho por Emmanuel. — Volume V. ©

Comentários aos Atos dos Apóstolos. — Textos paralelos de Atos dos apóstolos e Paulo e Estêvão.

Índice

Esta obra é uma compilação, todos os capítulos da 1ª parte desse índice, com exceção do 32º, remetem diretamente para suas obras originais. As passagens bíblicas foram extraídas do Novo Testamento, traduzido por Haroldo Dutra Dias.

.

Agradecimentos: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Apresentação: Joanna de Ângelis.

Prefácio: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Introdução aos Atos dos Apóstolos: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

PRIMEIRA PARTE.
Comentários aos Atos dos Apóstolos.

Atos 1.8 n | Mas recebereis poder, quando o Espírito Santo vier sobre vós, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, até aos confins da terra. | 1. Como testemunhar.

Atos 2.13 | Outros, porém, ridicularizando, diziam: Estão cheios de mosto. | 2. Perante a multidão.

Atos 2.17 | E será [que] nos últimos dias, diz Deus, derramarei do meu espírito sobre toda carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos jovens verão visões e vossos anciãos sonharão sonhos. | 3. Mediunidade.

Atos 2.21 | E será que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. | 4. Serviço de salvação.

Atos 2.42 | Estavam perseverando no ensino dos apóstolos, na comunhão, no partir do pão e nas orações. | 5. Em que perseveras?

Atos 2.47 | […] E o Senhor, a cada dia, acrescentava à Igreja os que estavam sendo salvos. | 6. No estudo da salvação.

Atos 3.6 | Disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou […] | 7. Há muita diferença.

Atos 3.19, 20 | E Jesus, voltando-se e vendo que eles o seguiam, diz-lhes: Que buscais? | 8. Estações necessárias.

Atos 4.31 | E, tendo eles orado, foi abalado o lugar em que estavam reunidos; todos se encheram do Espírito Santo […] | 9. No culto à prece. | 10. A prece recompõe.

Atos 4.33 | Os apóstolos davam testemunho, com grande poder, da ressurreição do Senhor Jesus, e havia em todos eles grande graça. | 11. Na revelação da vida.

Atos 5.15 | A ponto de também levarem os enfermos para as ruas e os colocarem sobre pequenos leitos e catres, a fim de que, vindo Pedro, ao menos a sombra cobrisse alguns deles. | 12. Que despertas?

Atos 5.16 | Reuniam-se também multidões das cidades circunvizinhas de Jerusalém, trazendo enfermos e atormentados porEspíritos impuros, os quais eram todos curados. | 13. Tratamento de obsessões.

Atos 7.3 | E disse para ele: Sai da tua terra e da tua parentela, e vem para a terra que [eu] te mostrar. | 14. Parentela.

Atos 8.31 | Ele disse: Pois como poderia, se alguém não me guiar? […] | 15. Cooperação.

Atos 9.5 | [Ele] disse: Quem és, Senhor? Ele [disse]: Eu sou Jesu, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra o aguilhão. | 16. Aguilhões.

Atos 9.6 | Mas levanta-te e entra na cidade, [lá] te será dito o que é necessário fazer. | 17. Entra e coopera.

Atos 9.10 | […] e o Senhor lhe disse em visão: Ananias! Ele disse: — Vede-me [aqui], Senhor! | 18. Cristo e nós.

Atos 9.16 | Pois eu lhe mostrarei o quanto é necessário ele padecer pelo meu nome. | 19. O Senhor mostrará.

Atos 9.18 | E logo lhe caíram dos olhos como que escamas, e recobrou a visão. | 20. Escamas.

Atos 9.41 | Dando-lhe as mãos, levantou-a […] | 21. Erguer e ajudar.

Atos 10.15 | […] As [coisas] que Deus purificou não [as tornes] tu comuns. | 22. Ante o sublime.

Atos 10.29 | Por isso, tendo sido chamado, vim sem objeção. Pergunto portanto: Por que mandastes me chamar? | 23. Razão dos apelos.

Atos 11.24 | Porque era homem bom, cheio do Espírito Santo e fé. Muitas turbas foram acrescentadas ao Senhor. | 24. Padrão.

Atos 12.10 | Depois de passarem pela primeira e pela segunda guarda, chegaram ao portão de ferro que conduz à cidade, o qual se abriu, por si mesmo, para eles; após saírem, prosseguiram por uma viela, e logo o anjo se afastou dele. | 25. Auxílios do Invisível.

Atos 13.13 | […] João, porém, apartando-se deles, regressou para Jerusalém. | 26. Almas em prova.

Atos 14.10 | […] Levanta-te direito sobre teus pés! […] | 27. A cada um.

Atos 14.15 | E dizendo: Varões, por que fazeis estas [coisas]? Nós também somos homens sujeitos aos mesmos males que vós […] | 28. Trabalhemos também.

Atos 14.22 | Tornando resolutas as almas dos discípulos, exortando-os a permanecerem na fé, já que, através de muitas provações, nos é necessário entrar no Reino de Deus. | 29. A posse do Reino.

Atos 15.29 | Absterem-se das coisas sacrificadas aos ídolos […] | 30. Ídolos.

Atos 16.9 | Numa visão, durante a noite, tornou-se visível para Paulo um varão da Macedônia, que estava de pé, rogando-lhe e dizendo: Ao atravessar a Macedônia socorre-nos. | 31. O varão da Macedônia.

Atos 16.25 | Por [volta da] meia-noite, Paulo e Silas estavam orando e entoando [hinos / salmos], e os prisioneiros escutavam a eles. | 32. Meia noite.

Atos 16.31 | Eles disseram: crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa. | 33. Tu e tua casa.

Atos 17.32 | Ao ouviram “ressurreição dos mortos”, uns zombaram e outros disseram: A respeito disso te ouviremos também outra vez. | 34. Novos atenienses.

Atos 19.2 | E disse para eles: Recebestes, porventura, o Espírito Santo quando crestes? […] | 35. Indagação oportuna | 36. Recebeste a luz?

Atos 19.5 | Depois de ouvirem [isso] foram mergulhados em nome do Senhor Jesus. | 37. Batismo.

Atos 19.11 | Deus fazia prodígios incomuns através das mãos de Paulo. | 38. Mãos limpas. | 39. Deus em nós. | 40. Médium inesquecível.

Atos 19.15 | Em resposta o Espírito maligno lhe disse: Conheço a Jesus e estou familiarizado com Paulo; vós, porém, quem sois? | 41. Quem sois?

Atos 20.35 | Em todas as [coisas], vos mostrei que, labutando dessa forma, é necessário socorrer os fracos, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: “Mais bem-aventurado é dar que receber.” | 42. Possuímos o que damos. | 43. O assistido. | 44. Caridade recíproca.

Atos 21.13 | Então Paulo respondeu: Que fazeis chorando e triturando o meu coração? […] | 45. Ajuda sempre.

Atos 22.10 | […] Que farei? […] | 46. Que farei?

Atos 22.16 | E agora, o que estás esperando? […] | 47. Um desafio.

Atos 26.24 | Defendendo-se ele com essas [palavras], Festo disse com grande voz: — Estás louco, Paulo, as muitas letras te levam à loucura! | 48. Velho argumento.

SEGUNDA PARTE.
Textos paralelos de Atos dos apóstolos e Paulo e Estêvão .

Informações iniciais: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Atos 6.1-7 | 49. Os sete auxiliares dos Apóstolos.

Atos 6.8-11 | 50. Prisão de Estêvão.

Atos 6.12-15; 7.1 | 51. Falsas acusações e julgamento de Estêvão.

Atos 7.2-54 | 52. O discurso de Estêvão.

Atos 7.55-60; 8.1, 2 | 53. A morte de Estêvão.

Atos 8.3 | 54. Saulo persegue os seguidores de Jesus em Jerusalém.

Atos 9.1,2 | 55. Saulo pede cartas para prender os seguidores de Jesus em Damasco.

Atos 9.3-8 | 56. A conversão de Paulo.

Atos 9.8 | 57. Saulo chega em Damasco.

Atos 9.9 | 58. Reflexões em Damasco.

Atos 9.10-18 | 59. Encontro de Saulo e Ananias.

Atos 9.19 | 60. Primeira pregação de Saulo em Damasco.

Atos 9.20-25 | 61. Segunda pregação de Saulo em Damasco.

Atos 9.26, 27 | 62. Saulo em Jerusalém.

Atos 9.28-30 | 63. Saulo retorna a Tarso.

Atos 11.25, 26 | 64. Barnabé vai em busca de Saulo.

Atos 11.26 | 65. Em Antioquia - Lucas sugere a identificação de cristãos.

Atos 11.27-30; 12.1, 2 | 66. Dificuldades em Jerusalém. - Auxílio de Antioquia. - Morte de Tiago.

Atos 12.3-19 | 67. Perseguições em Jerusalém.

Atos 12.25 | 68. Encontro com João Marcos e saída de Jerusalém.

Atos 13.1-3 | 69. A escolha de Barnabé e Saulo.

Atos 13.4 | 70. Viagem para Chipre.

Atos 13.5 | 71. Em Salamina.

Atos 13.6-12 | 72. Em Pafos. - Conversão do procônsul Sérgio Paulo. - Mudança no nome de Saulo.

Atos 13.13 | 73. A viagem para Panfília. - João Marcos retorna para Jerusalém.

Atos 13.14 | 74. Viagem e chegada à Antioquia da Pisídia.

Atos 13.14-52 | 75. Em Antioquia da Pisídia.

Atos 14.1-6 | 76. Em Icônio.

Atos 14.7 | 77. Primeiros labores em Listra.

Atos 14.8-10 | 78. A cura de um coxo em Listra.

Atos 14.11-18 | 79. Triunfo em Listra.

Atos 14.19, 20 | 80. Testemunho em Listra.

Atos 14.21-26 | 81. Trabalhos em Derbe. - Retorno para Antioquia.

Atos 14.27, 28 | 82. Chegada em Antioquia.

Atos 15.1, 2 | 83. Dissensões na Igreja de Antioquia.

Atos 15.3 | 84. Viagem de Antioquia para Jerusalém.

Atos 15.4-6 | 85. A reunião em Jerusalém I.

Atos 15.7-11 | 86. A exortação de Pedro.

Atos 15.12-21 | 87. As resoluções da reunião em Jerusalém.

Atos 15.22-35 | 88. A carta aos gentios.

Atos 15.36-40 | 89. A separação de Paulo e Barnabé.

Atos 15.41 | 90. Viagem para Derbe e Listra.

Atos 16.1-5 | 91. Timóteo associa-se a Paulo e Silas.

Atos 16.6 | 92. Travessia da Frígia e Galácia.

Atos 16.7-9 | 93. O chamado para a Macedônia.

Atos 16.10 | 94. Em direção à Macedônia. - Encontro com Lucas.

Atos 16.11-15 | 95. Conversão de Lídia em Filipos.

Atos 16.16-18 | 96. A libertação da pitonisa.

Atos 16.19-40 | 97. Prisão e libertação de Paulo e Silas em Filipos.

Atos 17.1-9 | 98. Paulo e Silas em Tessalônica.

Atos 17.10-15 | 99. Paulo e Silas em Bereia.

Atos 17.16-34 | 100. Paulo em Atenas.

Atos 18.1-3 | 101. Paulo em Corinto.

Atos 18.4-8 | 102. Divulgação da Boa-Nova em Corinto.

Atos 18.9-10 | 103. A visão de Jesus na Igreja de Corinto e o início das epístolas.

Atos 18.11-17 | 104. Permanência em Corinto e novos conflitos.

Atos 18.18 | 105. De Corinto a Éfeso. - A renovação dos votos em Cencreia.

Atos 18.19-21 | 106. Passagem por Éfeso.

Atos 18.22, 23 | 107. De Éfeso a Antioquia.

Atos 18.24-28; 19.1-10 | 108. Paulo e Apolo.

Atos 19.21-40 | 109. Tumulto em Éfeso.

Atos 20.1-5 | 110. Paulo na Macedônia e na Grécia.

Atos 20.6-12 | 111. Paulo em Trôade.

Atos 20.13-16 | 112. De Trôade a Mileto.

Atos 20.17-38 | 113. Paulo despede-se dos anciãos de Éfeso.

Atos 21.1-15 | 114. A viagem para Jerusalém.

Atos 21.16-18 | 115. Encontro de Paulo e Tiago em Jerusalém.

Atos 21.19-26 | 116. A reunião em Jerusalém II.

Atos 21.27-36 | 117. Revolta contra Paulo no Templo.

Atos 21.37-40 | 118. Paulo em frente à Torre Antônia.

Atos 22.1-21 | 119. A defesa [de Paulo] em Hebraico.

Atos 22.22-29 | 120. Paulo e a cidadania romana.

Atos 22.30 | 121. Paulo diante do Sinédrio.

Atos 23.1-10 | 122. Discurso de Paulo diante do Sinédrio.

Atos 23.11 | 123. Jesus fortalece Paulo na prisão.

Atos 23.12-22 | 124. O plano para matá-lo [Paulo].

Atos 23.23-35 | 125. Paulo é enviado ao governador Félix.

Atos 24.1-22 | 126. O Processo, [Paulo] diante de Félix.

Atos 24.23-27 | 127. A manutenção da prisão em Cesareia.

Atos 25.1-12 | 128. O apelo para César.

Atos 25.13-27 | 129. Paulo diante de Agripa e Berenice.

Atos 26.1-32 | 130. Discurso de Paulo perante o rei Agripa.

Atos 27.1,2 | 131. Início da viagem para Roma.

Atos 27.3-11 | 132. A viagem para Roma. - Alerta de Paulo.

Atos 27.12-44 | 133. Tempestade e naufrágio no mar.

Atos 28.1-6 | 134. Paulo é picado por uma víbora na ilha de Malta.

Atos 28.7-10 | 135. Paulo é recebido por Públio Apiano na ilha de Malta.

Atos 28.11-14 | 136. Viagem para Roma. - Passagem por Siracusa.

Atos 28.15 | 137. Fim da viagem para Roma.

Atos 28.16 | 138. Paulo em Roma.

Atos 28.17-22 | 139. Preparação do encontro com os israelitas em Roma.

Atos 28.23-29 | 140. Perante os israelitas em Roma - A Epístola aos hebreus.

Atos 28.30, 31 | 141. Paulo permanece em Roma dois anos.

Posfácio: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Apêndice. - Paulo em Tarso.

Relação dos comentários e perícopes em ordem alfabética: (Vide livro impresso.) | Tabela comparativa das passagens de Atos dos Apóstolos e Paulo e Estêvão: (Vide livro impresso.) | Índice geral por temas: (Vide: Índice Temático.) | Consulte também as várias seções dos Estudos Espíritas.



[1] Os sinais de dois pontos (:) que separam os capítulos dos versículos nas citações bíblicas deste livro impresso, aqui foram substituídos pelo ponto simples (.) em favor dos aplicativos de leitura digital em voz alta, que interpretam, por padrão, o duplo ponto entre números como citação de hora e minuto. (Nota do compilador.)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais..

.

Abrir