O Caminho Escritura do Espiritismo Cristão
Doutrina espírita - 2ª parte.

Índice | Página inicial | Continuar

Novos horizontes — Familiares diversos


5


Sérgio Faccio

Importante observar que o ente querido que parte precedendo-nos no tempo de vida aqui na Terra, preocupa-se também em saber como ficamos.

Relaciona na listagem de bênçãos a melhor e mais tranquila posição, os familiares que ficaram na saudade a não se precipitarem em aflições que o martirize. Se recomponham rapidamente, despojando-se do que possa identificá-lo como lembranças e alimentar na saudade os momentos saudáveis que tivera na vida familiar, completando com a paz desejada.

Revela nessa preocupação que a compreensão dos entes que ficaram é o lenitivo que o coloca na melhor saúde espiritual, ampliando-lhe na fé o desejo ardente em servir com mais altruísmo e abnegação aos carentes da vida.

“Esfou satisfeito ao vê-los conformados e felizes, com os queridos irmãos e com todos os nossos familiares.”

Com justo respeito reconhece no casamento de sua ex-noiva Priscilla, uma bênção por ter encontrado um esposo que a fará feliz.

Reforça e enaltece os exemplos de trabalho de seus pais como anjos de amor e gratidão, colocando-os como abençoado roteiro.


Mensagem: 29 de julho de 1993.

Pais: Elio Faccio e Zilah Carvalho Faccio

Rua Laerte Assunção, 198 — CEP 01444-040 — São Paulo — SP.

Irmãos: Ricardo Faccio — Ines Faccio

Noiva: Priscilla


Sérgio Faccio

Nascimento: 30 de janeiro de 1965

Desencarnação: 19 de julho de 1989


1 Querida mãezinha Zilah e querido papai Elio. Estou presente e pedi permissão para trazer-lhes o meu carinho.

2 Estou satisfeito ao vê-los conformados e felizes, com os queridos irmãos e com todos os nossos familiares.

3 Estou muito confortado ao saber que a mamãe Zilah encontrou a mãezinha do meu companheiro no choque de carros que nos trouxe para este Novo Mundo, que nos serve de moradia.

4 Lembranças ao mano Ricardo e querida irmã, que ainda hoje me lembram com carinho tão nosso. Lembranças à nossa querida Priscila, que não foi somente minha noiva mas, também, irmã muito amada. Lembro-me dela com justo respeito e regozijo-me por vê-la casada com um homem de bem que lhe faz a felicidade.

5 Não podemos esquecê-los. Casar-se foi uma bênção para nós. Não resignava ao vê-la sofrer por minha causa, porque o acidente que me afetou o corpo físico foi uma tragédia que a princípio nos causou uma imensa desolação.

6 Agora o nosso lar caminha à maneira de um comboio bem dirigido e, graças a Deus, eu noto a mamãe Zilah fortalecida e bem disposta.

7 Tudo comigo vai seguindo sem grilos a constar. Felizmente, com as lembranças e preces que recebo de todos, sinto-me restaurado e, se não fosse a profunda saudade de casa, posso dizer que estou contente.

8 Querido papai Elio, os seus exemplos de trabalho são o meu abençoado roteiro.

9 Lembranças a todos os nossos e recebam o meu imenso carinho.

10 Aos queridos pais, meus anjos da guarda na Terra, o amor e a gratidão, o respeito e a constante admiração do filho que lhes deve tanto e que lhes deseja paz e felicidade, agora e sempre.


Sérgio Faccio


Rubens S. Germinhasi


Abrir