Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

O Evangelho de Chico Xavier — O próprio (Encarnado)


105


Dramas íntimos dos médiuns

1 Sou muito agradecido às pessoas que sempre viveram em minha companhia; elas me aguentaram e aguentam os meus achaques… 2 Em verdade, creio que tenho mais do que mereço… O problema é que a carência do médium é muito grande — quanto mais temos, mais queremos ter. Precisamos aprender a viver sem reclamar. 3 Tenho visto médiuns que, infelizmente, se perderam no excesso de suas próprias lágrimas… Consideram-se os mais sofredores; não sabem conviver com os problemas cármicos com os quais renasceram… 4 Ora, seja qual for o meu drama, eu preciso viver e ser útil aos meus semelhantes! 5 Qual, afinal, é o problema?!… Se os Espíritos Amigos me aceitam como sou, por que é que eu não deveria me aceitar?!… 6 É lógico que não devo me acomodar na lama, mas também, estando na lama, não vou querer as estrelas!… O lírio nasce no charco… A roseira produz sob os dejetos dos animais… 7 Devo estar consciente dos meus erros e trabalhar para saná-los, mas trabalhar mesmo, sem fazer de conta que estou trabalhando… 8 Lágrima não substitui suor; pelo menos, em mim nunca substituiu… Quando acabo de chorar, estou na mesma situação.


Chico Xavier


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir