Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Chico Xavier, exemplo de amor — Autores diversos


4


Em favor da criança

1 Outubro!… O tempo avança.

Mês que nos guarda o Dia da Criança.


2 Sem dúvida a criança merece a consideração da fé religiosa, da poesia e do romantismo — todas essas homenagens as crianças merecem — no entanto, é preciso relembrar, seja de público ou nos serviços do lar, que a infância é o período mais grave da nossa renovação.

3 Todos nós que constituímos a Humanidade, somos grande multidão de Espíritos reencarnados em marcha no rumo de Planos superiores, entretanto, cada um de nós traz na retaguarda o peso do passado, e a infância é a hora de renovar as nossas forças para retomar o pretérito.

4 Da puberdade para frente é mais difícil qualquer renovação. Seja pois, permanente o nosso esforço para imprimir aos nossos entes queridos na infantilidade os traços do aprimoramento de que necessitamos. Isso é importante em todos degraus da construção social.

5 Rendamos, assim, nosso preito de amor aos pequeninos, a fim de melhorar a vida de nós mesmos.

6 Todo carinho aos irmãos ou seres amados para que se adaptam à existência, com o mínimo de ilusão em favor deles próprios.

7 Dói ver tantas criaturinhas enganadas para despertarem muita vez em provas dolorosas.

8 Consideremos que nossas homenagens à criança sejam proteção contra a fraqueza e contra o mal.

9 Que estas notas nos calem no íntimo e que a compaixão pelos meninos funcione conosco em cada dia.

10 Doemos à criança, seja onde for, nosso respeito, amparo, amor e luz e estaremos colaborando para a vida nas bênçãos de Jesus.


Maria Dolores



Mensagem recebida no Grupo Espírita da Prece em 24/10/1998


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir