Bíblia do Caminho Testamento Kardequiano

Viagem Espírita em 1862 e outras viagens de Allan Kardec©

(Édition Française)

CONTÉM: 1. As observações sobre o estado do Espiritismo. — 2. As instruções dadas nos diferentes Grupos. — 3. As instruções sobre a formação de Grupos e Sociedades, e um modelo de Regulamento para seu uso.  — Por ALLAN KARDEC. — Paris, novembro de 1862.


Índice.

(Capítulos)

Nota do Tradutor.

Viagem Espírita em 1862. (Itinerário.)

Resposta ao convite dos espíritas de Lyon e de Bordeaux. (Revista Espírita.)

Impressões gerais.


PRIMEIRA PARTE.


Discursos pronunciados nas reuniões gerais dos espíritas de Lyon e de Bordeaux. — CAPÍTULOS I, II, III.


SEGUNDA PARTE.


Instruções particulares dadas aos Grupos em resposta a algumas das questões propostas. | Capítulo I. — Das surdas manobras dos adversários do Espiritismo. | II. — Senha espírita. | III. — Algumas pessoas veem no Espiritismo um perigo. | IV. — Já que o Espiritismo torna melhores os homens, levando os descrentes à crença em Deus, na alma e na vida futura, ele só pode fazer o bem. Por que, então, tem inimigos e por que os que nele não crêem não deixam os crentes em paz? | V. — Se a crítica não impediu o Espiritismo de caminhar, seu progresso não teria sido ainda mais rápido se ele tivesse guardado o silêncio? | VI. — Há uma coisa ainda mais prejudicial ao Espiritismo do que os ataques apaixonados de seus inimigos: é o que publicam, em seu nome, seus pretensos adeptos. | VII. — Considerando-se os sábios ensinamentos dados pelos Espíritos e o grande número de pessoas que são conduzidas a Deus por seus conselhos, como é possível acreditar que seja obra do demônio? | VIII. — O que se deve pensar da proibição de Moisés aos hebreus, para que não evoquem as almas dos mortos? Que consequência se poderia tirar do fato, relativamente às evocações atuais? | IX. — Como podemos explicar esta passagem do Evangelho: “Haverá falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes prodígios e coisas espantosas, a ponto de seduzir, se fosse possível, os próprios eleitos?” Os detratores do Espiritismo fazem dessa passagem uma arma contra os espíritas e os médiuns. | X. — Sobre a formação dos Grupos e Sociedades Espíritas. | XI. — Sobre o uso de sinais exteriores de culto nos Grupos.


TERCEIRA PARTE.


Projeto de regulamento para o uso dos Grupos e pequenas Sociedades Espíritas. [Sugestão de um modelo estatutário.]


QUARTA PARTE.


OUTRAS VIAGENS DE ALLAN KARDEC.

VIAGEM ESPÍRITA EM 1860: Resposta de Allan Kardec durante o Banquete que lhe foi oferecido pelos espíritas de Lyon.


VIAGEM ESPÍRITA EM 1861: O Espiritismo em Lyon.Discurso do Sr. Allan Kardec durante o banquete que lhe foi oferecido em Lyon. — Epístola de Erasto aos espíritas lioneses.O Espiritismo em Bordeaux.Discurso do Sr. Allan Kardec aos espíritas de Bordeaux.


VIAGEM ESPÍRITA EM 1864: O Espiritismo na Bélgica.O Espiritismo é uma ciência positiva. (Alocução de Allan Kardec aos espíritas de Bruxelas e Antuérpia.)


VIAGEM ESPÍRITA EM 1867: Breve excursão espírita.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir