Bíblia do Caminho Antigo Testamento ©

2º Livro dos Reis (2º  Livro dos Melaquins)    † 

Índice

(Capítulos)

(2º Livro dos Reis: Capítulos 1 a 17.) O Reino dividido: Reis de Judá e de Israel. — Parte II. | Capítulo 1. | Moab sacode o jugo de Israel. | Ocozias manda consultar a Beelzebú sobre a sua doença. | Elias lhe prediz que morrerá. | Este príncipe manda gente, que lhe prenda a Elias. | Morte de Ocosias. Sucede-lhe Jorão. | Capítulo 2. | Arrebatamento de Elias. | Este profeta promete a Eliseu, que lhe comunicará o seu espírito, e lhe deixa a sua capa. | Eliseu separa as águas do Jordão, e torna sadia as águas de Jericó. | Quarenta e dois meninos são devorados por dois ursos por terem feito zombaria deste profeta. | Capítulo 3. | O rei de Moab recusa pagar o tributo ao rei de Israel. | Marcha este príncipe contra ele com o rei de Judá, e o rei de Edom. | Eliseu livra o seu exército de morrer de sede. | Os Moabiatas são vencidos. | Capítulo 4. | Eliseu multiplica o azeite duma pobre viúva. | Alcança de Deus um filho a uma Sunamites; ressuscita-lhe este menino. | Adoça a amargura d’algumas ervas. | Farta a cem pessoas com poucos pães. | Capítulo 5. | Naaman é curado de lepra por Eliseu. | Giezi é ferido do mesmo mal por ter recebido presentes de Naaman. | Capítulo 6. | Eliseu faz vir ao cimo d’água o ferro dum machado. | Descobre ao rei de Israel a emboscada, que lhe queria armar o rei da Síria. | Este manda soldados, que prendam o profeta. | O rei da Síria cerca a Samaria, e causa nela um fome horrorosa. | Capítulo 7. | Eliseu prediz uma grande abundância de víveres em Samaria. | Os Sírios fogem, e deixam todos os seus provimentos. | Um oficial do rei, que não tinha crido na predição de Eliseu, é morto, pisado e abafado à porta da cidade. | Capítulo 8. | A Sunamites torna a vir para Israel depois dos sete anos da fome. | Eliseu vai a Damasco, e prediz a morte de Benadad, e o reinado de Hazael. | Jorão, filho de Josafat, reina em Judá. | Revolta dos Idumeus. | Morte de Jorão. Sucede-lhe Ocozias. | Capítulo 9. | Jehu é ungido em rei de Israel, e recebe ordem de extinguir a casa de Acab. | Mata a Jorão. | Ocozias é morto pelos seus. | Jezabel é precipitada da sua janela. | Capítulo 10. | Jehu faz morrer os filhos de Acab, e os irmãos de Ocozias. | Extingue os falsos profetas de Baal, destrói o seu templo, e queima a sua estátua. | Hazael alcança grandes vantagens sobre Israel. | Morte de Jehu. Sucede-lhe Joaccáz. | Capítulo 11. | Athalia faz matar toda a descendência real, e usurpa a coroa. | Joás escapa desta matança, e é depois aclamado rei. | Athalia é entregue à morte. | Capítulo 12. | Joás manda reparar o templo. | Hazael vem sitiar Jerusalém. | Morte de Joás. Sucede-lhe Amasias. | Capítulo 13. | Joaccáz, rei de Israel, é oprimido pelo rei da Síria. Morre. Sucede-lhe Joás. | Eliseu prediz a Joás, que ele derrotará três vezes o rei da Síria. | Morte de Eliseu. | Um morto lançado na sua sepultura ressuscita logo. | Capítulo 14. | Amasias manda matar os matadores de seu pai. | Bate os Idumeus. | É vencido por Joás, rei de Israel. | Morte de Joás. Sucede-lhe Jeroboão. | Amasias é morto pelos seus. | Azarias reina depois dele. | Morte de Jeroboão. | Em seu lugar reina Zacarias. | Capítulo 15. | Azarias, rei de Judá, é ferido de lepra. | Governa Joathão em seu lugar. | Zacarias, rei de Israel, é morto por Sellum, que reina depois dele. | Manahem sucede a Sellum, e tem por sucessor a Faceia, e depois dele a Facée. | Theglathfalasar transporta para a Assíria uma grande parte dos Israelitas. | Levanta-se Osée contra Facée, e ocupa o que lhe havia ficado em Israel. | Em Judá, morto Joathão, lhe sucede seu filho Accáz. | Capítulo 16. | Accáz se entrega ao culto dos ídolos. | É cercado em Jerusalém por Rasin, e por Facée. | Chama em seu socorro a Theglathfalasar. | Manda levantar em Jerusalém um altar como o de Damasco. | Morre. Sucede-lhe Ezequias. | Capítulo 17. | Cerco de Samaria por Salmanasar. | É tomada a cidade, e os Israelitas transportados à Assíria. | Colônias mandadas para Samaria em lugar dos Israelitas. — (2º Livro dos Reis: Capítulos 18 a 25.) O Reino de Judá até o Cativeiro de Babilônia. | Capítulo 18. | Ezequias restitui o culto do Senhor à sua pureza. | Sennaquerib se chega a Jerusalém. | Discursos ímpios, e ameaçadores de Rábsaces, oficial de Sennaquerib. | Capítulo 19. | Ezequias manda consultar a Isaías. | Este profeta o consola. | Sennaquerib marcha contra a Etiópia, e blasfema novamente contra o Senhor. | Ezequias faz oração ao Senhor. Isaías prediz a desfeita de Sennaquerib. | O anjo do Senhor extermina o exército deste príncipe. | Capítulo 20. | Doença de Ezequias. | Retrogradação do sol. | Embaixada do rei de Babilônia. | Ezequias é repreendido por ter mostrado os seus tesouros a estes estrangeiros. | Morte de Ezequias. Sucede-lhe Manásses. | Capítulo 21. | Impiedade de Manásses. | Ameaças do Senhor contra Jerusalém. | Amon sucede a Manásses, e Josias a Amon. | Capítulo 22. | Piedade de Josias. | Acha-se no templo o livro da lei. | Josias, atemorizado com a sua leitura, consulta a profetiza Holda. | Capítulo 23. | Josias tendo juntado todo o povo, renova a aliança com o Senhor. | Destrói as relíquias da idolatria, e ordena a celebração da Páscoa. | É morto numa batalha. Sucede-lhe Joaccáz, e a Joaccáz sucede Joaquim. | Capítulo 24. | Joaquim é sujeitado ao rei de Babilônia. Morre. Sucede-o outro Joaquim. | Nabucodonosor sitia a Jerusalém. | Os principais habitantes desta cidade são transportados a Babilônia. | Sedecias é posto em lugar de Joaquim. | Capítulo 25. | Último sítio de Jerusalém por Nabucodonosor. | Sedecias é tomado e levado a Babilônia. | Nabucodonosor põe fogo à cidade, e transporta dela os habitantes. | Godolias é constituído governador do país. | O povo foge para o Egito. | Joaquim é favorecido de Evilmerodach.


.

Abrir