Bíblia do Caminho Antigo Testamento ©

2º Livro das Crônicas (Dibre Haiamim)    † 

Índice

(Capítulos)

(2º Livro das Crônicas: Capítulos 1 a 9.) História do Reinado de Salomão. | Capítulo 1. | Sacrifícios de Salomão sobre o altar de Gabaon. | Deus lhe dá sabedoria e riquezas. | Capítulo 2. | Salomão pede a Hirão, rei de Tiro, um homem hábil, que dirija a empresa da construção do templo, e pede-lhe madeiras para o mesmo edifício. | Obreiros destinados para a obra. | Capítulo 3. | Começa Salomão a edificar o templo. | Plano deste edifício. | Descrição dos querubins que estavam no santuário, e das colunas que estavam d’ambas as bandas da porta. | Capítulo 4. | Descrição do altar dos holocaustos, do mar de bronze, das bacias, dos candeeiros, mesas, e outros móveis do templo. | Capítulo 5. | Cerimônia do transporte da arca para o santuário. | Capítulo 6. | Oração de Salomão, dia da dedicação do templo. | Capítulo 7. | Desce um fogo do céu a consumir as vítimas. | A majestade do Senhor enche o templo. | Continua a solenidade por sete dias. | Depois celebra-se a festa dos tabernáculos. | O Senhor aparece de novo a Salomão. | Capítulo 8. | Salomão funda várias cidades. | Faz seu tributários os restos dos Cananeus. | Ordena os ofícios dos sacerdotes e dos levitas. | Manda uma frota a Ofir. | Capítulo 9. | A rainha de Sabá vem ver a Salomão. | Riquezas deste príncipe. (2º Livro das Crônicas: Capítulos 10 a 36.) — Os Reis que sucederam a Salomão. | Capítulo 10. | Separação das dez tribos. | Roboão fica rei de Judá e de Benjamin. | Capítulo 11. | Proíbe Deus a Roboão fazer guerra às dez tribos. | Os sacerdotes, os levitas e todos os que temiam a Deus, vêm juntar-se a Roboão. | Filhos que este príncipe teve. | Capítulo 12. | Roboão deixa o Senhor. | Sesac, rei do Egito, rouba o templo de Jerusalém. | Roboão morre. Abia lhe sucede. | Capítulo 13. | Guerra entre Abia, rei de Judá, e Jeroboão, rei de Israel. Desfeita de Jeroboão. | Capítulo 14. | Morte de Abia. Sucede-lhe Asa. | Zara, rei da Etiópia, vem atacar Asa; este porém alcança vitória contra ele. | Capítulo 15. | Predição do profeta Azarias. | Zelo de Asa contra a idolatria. | Restauração do pacto com o Senhor. | Asa tira a autoridade a sua mãe, por ela ter levantado um ídolo. | Capítulo 16. | Chama Asa em seu socorro o rei da Síria contra Baása, rei de Israel; e é por isso repreendido pelo profeta Hanani. | Doença e morte de Asa. | Capítulo 17. | Josafat sucede a Asa. | A sua piedade, suas riqueza. | Cuidado que teve de fazer instruir o povo. | Lista dos seus oficiais de guerra. | Capítulo 18. | Josafat se liga com Acab contra os Sírios. | Os falsos profetas prometem a vitória a Acab. | Miqueias prediz a morte deste príncipe. | Batalha, em que Acab é ferido e morto. | Capítulo 19. | Josafat é repreendido por ter dado socorro a Acab. | Visita os seus Estados, e neles ordena juízes. | Capítulo 20. | Os Ammonitas, os Moabitas e os seus aliados marcham contra Josafat. | Recorre este príncipe a Deus, e os seus inimigos se matam uns aos outros. | Faz sociedade com Occozias, e é por isso repreendido. | Capítulo 21. | Morte de Josafat. Jorão lhe sucede. | Este imita a impiedade de Acab, rei de Israel. | Os Idumeus se lhe rebelam. | Carta que ele recebeu do profeta Elias. | Sublevação dos Filisteus e dos árabes. | Morte de Jorão. | Capítulo 22. | Occozias sucede a Jorão. | Occozias, rei de Judá, e Jorão, rei de Israel, são mortos por Jehu. | Athalia manda matar todos os filhos de Occozias. | Só Joás escapa desta mortandade. | Capítulo 23. | O pontífice Joiada faz reconhecer rei de Judá a Joás. | Este manda matar a Athalia. | Congrega o povo para renovar a aliança com o Senhor. | Capítulo 24. | Piedade de Joás. | Ele faz reparar a casa do Senhor. | Depois abandona o culto do verdadeiro Deus, e manda apedrejar a Zaccarias. | Por último é assassinado. | Sucede-lhe Amasias. | Capítulo 25. | Amasias toma a seu soldo tropas do rei de Israel. | Desbarata os Idumeus. | É vencido pelos reis de Israel. | É morto pelos seus próprios vassalos. | Capítulo 26. | Ozias sucede a Amasias. | Piedade deste príncipe. | Guerra contra os Filisteus, Árabes e Ammonitas. | Número das tropas de Ozias. | Ele lança a mão ao turíbulo, e é por isso ferido de lepra. | Joathão reina em seu lugar. | Capítulo 27. | Piedade de Joatão. | Vitória que alcança dos Ammonitas. | Sucede-lhe Accáz. | Capítulo 28. | Impiedade de Accáz. | Os Sírios e os Israelitas assolam o reino de Judá. | Um profeta obriga os Israelitas a remeter os cativos de Judá. | Os Assírios marcham contra Accáz. | Este morre. Sucede-lhe Ezequias. | Capítulo 29. | Ezequias faz abrir e purificar o templo, e restabelece o culto do Senhor. | Capítulo 30. | Ezequias convida Israel e Judá, a que venham a Jerusalém celebrar a páscoa. | Celebram-na eles com grande solenidade. | Capítulo 31. | Os israelitas quebram os ídolos e destroem os seus altares. | Ofertas das primícias e dos dízimos. | Regulamento do ministério dos sacerdotes e levitas. | Capítulo 32. | Marcha Sennaquerib contra Jerusalém. | Exorta Ezequias o seu povo. | Blasfêmias de Sennaquerib. | Um anjo extermina o seu exército. | Glória de Ezequias. | Sua morte. | Sucede-lhe Manassés. | Capítulo 33. | Impiedade de Manassés: Seu cativeiro; seu arrependimento; sua tornada para Jerusalém; sua morte. | Sucede-lhe Amon seu filho. | Impiedade deste príncipe; como foi morto; como lhe sucedeu Josias. | Capítulo 34. | Piedade de Josias. | Ele manda reparar o templo. | Acha-se nele o livro da lei. | Josias manda consultar a profetiza Holda. | Renovação do pacto de Israel com o Senhor. | Capítulo 35. | Páscoa celebrada em Jerusalém por Josias. | Este príncipe ataca o rei do Egito, e é morto na batalha. | Capítulo 36. | Joaccáz, sucessor de Josias, é levado para o Egito. | Joaquim, seu sucessor, é transportado a Babilônia. | Sucede-lhe outro Joaquim, que experimenta a mesma desgraça. | Sedecias reina em lugar de Joaquim. | Nabucodonosor destrói a Jerusalém. | Ciro permite aos judeus que voltem para esta cidade.


.

Abrir